Correr, nadar, surfar, fazer funcional no parque… são muitas as opções de esportes que podemos praticar ao ar livre. E quando chega o verão, fica ainda mais prazeroso fazer tudo isso embaixo do sol, né? Mas, é preciso sempre lembrar de se proteger.

Semana passada falamos sobre nossas roupas com Tecnologia UVTech® com proteção FPS 50+ (clique aqui para ler a matéria). Agora, dando continuidade à campanha do Dezembro Laranja, que reforça a importância da prevenção contra o câncer de pele, vamos falar sobre filtro solar e outros cuidados.

Para isso, conversamos com o dermatologista Daniel Dziabas – que esclareceu algumas dúvidas, deu dicas e nos falou um pouco mais sobre o assunto. Vem ver!

Qual é o melhor horário para fazer exercícios ao ar livre?

Segundo o dermatologista, o melhor horário para praticar esportes é antes das 10h ou após as 16h. “Nesses horários, a incidência do raio ultravioleta do tipo B é menor. Ele é o responsável pelo bronzeamento, mas também aumenta o risco do câncer de pele”, explica.

Por isso, se não conseguir ir treinar de manhã, melhor esperar o final da tarde, hein? Para garantir uma melhor performance e menores riscos de doença.

Aplicar o protetor solar apenas no rosto é suficiente?

Resposta simples e direta: não. Muitas pessoas se preocupam apenas com o rosto na hora de se expor ao sol, mas todas as áreas são importantes. “Além do rosto, é preciso aplicar o filtro nas orelhas, pescoço, mãos e todas as outras áreas expostas, como braços e pernas”, explica Daniel.

Além disso, ele reforça a importância de proteger os olhos com óculos de sol e de proteger a cabeça com chapéus ou bonés.

Posso usar o mesmo protetor para o rosto e corpo?

A princípio, o dermatologista indica que você escolha produtos diferentes para o rosto e para o corpo. A pele do rosto tem características diferentes, podendo ser mistas ou oleosas, por exemplo. “Nesses casos, a indicação são filtros mais secos, como gel ou bastão”, explica.

Para o resto do corpo, em que a pele já é mais seca, a ideia é usar filtro solar em loção ou creme, porque são mais fáceis de espalhar. “Quem tem tendência a espinhas e cravos nas costas ou no tórax, pode apostar no filtro de rosto também nessas regiões”, alerta Daniel.

Qual protetor usar quando for fazer esportes?

Em qualquer situação, o ideal é usar um filtro resistente à água – seja para esportes aquáticos ou não. “Em atividades de contato com a água, essa característica é essencial. Mas, para quem treina ao ar livre, também é importante por conta do suor”, explica. O dermatologista ainda conta que existem protetores que não ardem os olhos, o que também é um fator a se considerar.

Além destes cuidados, Daniel lembra que o filtro deve ser reaplicado a cada 2 ou 3 horas e, se houver sudorese intensa ou contato com a água, deve ser reaplicado mesmo que esse intervalo seja menor. “Quanto ao fator de proteção, o ideal é escolher com fatores 50 ou mais”, finaliza.

Legal, né?

Agora você já tem em mãos ótimas dicas para curtir o verão, fazer esportes e se proteger do câncer de pele.

Quer saber mais sobre esse assunto?

Clique aqui!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *