Post 185 - a

No último domingo (29/05) aconteu o Ironman Brasil 2011, em Jurerê Internacional (SC), onde os atletas foram levados aos seus extremos e enfrentaram 3,8 km de natação, 180 km de ciclismo e 42,1 km de corrida, com tempo limite de 17h.

Em jogo, 50 vagas para a prova do Ironman do Havaí entre os amadores e 75 mil dólares de prêmio para os melhores profissionais.

A Expo Iron, que esse ano se instalou no clube Doze de Agosto, recebeu as melhores marcas do mercado esportivo e a Track&Field não podia ficar de fora. Nosso stand ficou armado durante todos os dias da feira e foi sucesso entre os ateltas.

A 11ª edição do Ironman Brasil começou em grande estilo, ao nascer do sol. 1.823 triatletas de 34 países largaram para um dos mais difíceis desafios do esporte mundial.

Na areia, milhares de pessoas acompanharam o início da disputa com muita animação, sem se importar com a brisa fria da manhã na capital catarinense.  A possibilidade de ver de perto alguns dos melhores nomes do triátlon mundial, bem como prestigiar parentes e amigos, motivou o público.

Post 185 - b
O Ironman Brasil já tem seu maior vencedor da história, o argentino Eduardo Sturla garantiu seu quarto titulo na competição e o status de maior vencedor da história. Ele completou o trajeto com o tempo de 8h15min03seg. O segundo lugar ficou com o brasileiro Guilherme Manocchio, de Curitiba (PR), que fechou a prova em 8h17min20seg.  Outro argentino, Ezequiel Morales, vice no ano passado, ficou com o terceiro lugar.

No feminino, a norte-americana Amy Marsh estreou na prova com vitória. Ela completou com o tempo de 9h09min39seg, seguida por Lucie Zelenkova, da República Checa, 9h16min14seg, e pela  brasileira Ariane Gomes Monticeli, com o tempo de 9h19min15seg . Foi à quarta conquista de Marsh em provas deste gênero nos últimos três anos. Destaque para o quinto lugar de Fernanda Keller, com cinco títulos do Ironman Brasil.

Para Carlos Galvão, diretor-geral do Ironman Brasil, a competição teve, mais uma vez,  resultado positivo. “Nossa análise é de mais um sucesso que, sem dúvida nenhuma, demonstra a consolidação deste que é o maior evento de triátlon da América latina. Ainda perseguimos o titulo brasileiro no masculino, que está cada vez mais próximo”, destacou.

O vencedor Sturla, disse: “Isto aqui é algo incrível, não poderia imaginar que conseguiria, mas é um prêmio por todo o sacrifício que fiz. Para você conseguir algo diferente precisa fazer algo diferente, por isso treinei mais. Estava muito cansado e pensei que não fosse chegar. De qualquer forma, estou feliz por entrar para a história da competição, pois não é fácil ganhar quatro vezes uma competição como esta”.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *